segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Mas eu sou inteiramente tragada pela pessoa que amo. 
Sou como uma membrana permeável. Se eu amo você, eu lhe dou tudo que tenho. Dou-lhe o meu tempo, a minha dedicação, o meu dinheiro, a minha família, o meu cachorro, o dinheiro do meu cachorro, o tempo do meu cachorro - tudo. Se eu amo você, carregarei para você toda a sua dor, assumirei por você todas as suas dívidas  (em todos os sentidos da palavra), protegerei você da sua própria insegurança, projetarei em você todo o tipo de qualidade que você na verdade nunca cultivou em si mesmo e comprarei presentes de Natal para sua família inteira. Eu lhe darei o sol e a chuva. Darei a você tudo isso e mais, até ficar tão exausta e debilitada que a única maneira que terei de recuperar minha energia será me apaixonar por outra pessoa.

-comer, rezar e amar.

sábado, 11 de novembro de 2017

“Nem vai, nem vem, nem volta e nem fica...”

Chega uma fase da vida que simplesmente deixamos ir. 

Deixamos ir às pessoas que já não são as mesmas de antes, as amizades que hoje não fazem tanto sentido e os amores que antes morreríamos por eles. Apenas abrimos a porta –mesmo que esta não queira ser aberta- e deixamos ir.
Deixamos porque no fundo temos consciência que faz bem, por mais que naquele momento não aceitamos isso. Negação ou aquela tal venda nos olhos é normal, afinal, quem não quer se apegar ao que é tão cômodo e esporadicamente bom?
Porém, assim como as estações que vem e vão, as pessoas, as amizades, gostos e amores, uma hora também vão ou mudam.
Meu histórico de relacionamento nunca foi do mais simples de todos. Não consigo dizer com certeza de ter passado por um relacionamento sem todo o drama possível.
Mas afinal, pra que todo esse drama? Sou da leva de pessoas que não conseguem desapegar fácil das coisas. Não sei dizer apenas fim e fim, todo o meu final vem acompanhado de uma bagagem de dramas, choros e “talvez quem sabe, não de certo ainda?
Mas a verdade é que se paramos pra pensar se vai dar certo, é porque já não está dando certo há muito tempo.
O amor é um sentimento lindo, mas talvez ele tenha seu limite de tentativas frustradas de um possível “nós damos certo”.
O amor, famoso “fogo que arde sem se ver”, ou “amei alguns garotos, mas depois de você os outros são os outros e só”, pode e deve ser a coisa mais deliciosa dessa vida. Afinal, já não faz bem pra que procrastinar um sentimento de puro desgaste para ambos? Pra que forçar um sentimento que se mantem apenas por mero sentir e não ações? São perguntas fáceis de fazer e difíceis para serem aceitas.

Talvez o deixar ir seja realmente ação mais sabia a se fazer, talvez, não, realmente o deixar ir seja a ação mais sabia e certa.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Por que você não disse que viria?

Logo agora que eu tinha
Me curado das feridas

Que você abriu quando se foi
Por que chegou sem avisar?


Eu queria tempo pra me preparar
Com a roupa limpa, a casa em ordem
E um sorriso falso pra enganar


Eu não entendo a sua volta
Eu não entendo a sua indecisão
Num dia sou seu grande amor
No outro dia não, não, não
Por que a surpresa da sua volta?
Justo quando eu tento vida nova

Você vem pra perguntar
Se tudo que eu sentia acabou
Você até parece um vício
Que largar é quase impossível
Exige muito sacrifício

E quando eu me considerava limpo
Vem você pra me oferecer mais
Vem você pra me oferecer mais, mais, mais
Eu não entendo a sua volta
Não entendo a sua indecisão
Um dia sou seu grande amor
No outro dia não, não, não

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Há muito tempo coisas veem acontecendo.. coisas que antes não faziam parte da nossa vida ou do nosso dia a dia.

Nós perdemos no meio do caminho. Na verdade não sei  ao certo se tivemos um caminho, ou se tentamos por muito tempo criar um.

Te  conheci sabendo das dificuldades e da maneira que você se portava diante de tudo. Nunca foi novidade nada disso que aconteceu, e sei que tentei  camuflar tudo isso.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Encontrei descanso em você
Me arquitetei, me desmontei
Enxerguei verdade em você
Me encaixei, verdade eu dei
Fui inteira e só pra você
Eu confiei, nem despertei
Silenciei meus olhos por você
Me atirei, precipitei
Agora
Agora eu quero ir
Pra me reconhecer de volta
Pra me reaprender e me apreender de novo
Quero não desmanchar com teu sorriso bobo
Quero me refazer longe de você
Fiz de mim descanso pra você
Te decorei, te precisei
Tanto que esqueci de me querer
Testemunhei o fim do que era
Agora
Agora eu quero ir
Pra me reconhecer de volta
Pra me reaprender e me apreender de novo
Quero não desmanchar com teu sorriso bobo
Quero me refazer
Eu que sempre quis acreditar
Que sempre acreditei que tudo volta
Nem me perguntei como voltar, nem por quê
Agora eu quero ir, quero ir

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Quando parece que você perdeu 5 anos da sua vida.. 

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Se a gente näo tivesse feito tanta coisa 
 Se näo tivesse dito tanta coisa 
 Se näo tivesse inventado tanto 
 Podia ter vivido um amor grand' hotel 
 Se a gente não dissesse tudo täo depressa 
Se näo fizesse tudo täo depressa Se näo tivesse exagerado a dose 
Podia ter vivido um grande amor 
 Um dia um caminhäo atropelou a paixäo 
 Sem teus carinhos e tua atençäo 
 O nosso amor se transformou em "bom dia" 
 Qual o segredo da felicidade 
 Será preciso ficar só pra se viver 
 Qual o sentido da realidade 
 Será preciso ficar só pra se viver 
 Se a gente näo dissesse tudo täo depressa 
 Se näo fizesse tudo täo depressa 
 Se näo tivesse exagerado a dose 
 Podia ter vivido um grande amor 
 Um dia um caminhäo atropelou a paixäo 
 Sem teus carinhos e tua atençäo 
 O nosso amor se transformou em "bom dia" 
 Qual o segredo da felicidade 
 Será preciso ficar só pra se viver 
 Qual o sentido da realidade 
 Será preciso ficar só pra se viver 
 Só pra se viver Ficar só

domingo, 12 de fevereiro de 2017


 "...Eu pensei em mim, 
Eu pensei em ti. 
Eu chorei por nós.
Que contradição.."

domingo, 1 de janeiro de 2017

Certas coisas não mudam.